PORQUE O VERDADEIRO SÍTIO DO PICAPAU AMARELO

Entrada do Sítio

Entrada do Sítio

Estamos entrando no Sítio do Picapau Amarelo. O “verdadeiro” sítio.

Só nós estamos no fundo de um grotão, cercados de montanhas, apontando seus picos para o céu…
Também só nós temos no fundo do casarão um riacho de águas limpas e transparentes, onde nadam peixinhos de olhos arregalados…
Só nós, temos um pomar com mangueiras e jabuticabeiras centenárias rodeadas por laranjeiras, cabeludinhas, pitangueiras e muito mais…
Temos um casarão digno do “neto” do Visconde com 19 cômodos e mais de 60 portas e janelas. Tudo original.
Tudo igualzinho Monteiro Lobato deixou.
Muitas pessoas que nos visitam, se emocionam por estar no lugar de criação deste grande brasileiro.
Comemoramos aqui, os três primeiros livros editados de Monteiro Lobato.
“Urupês” – uma coletânea de contos.
“O Saci” – o duende nacional.
“O Jeca Tatu” – O livro que norteia o nosso trabalho. Instigamos todos os que nos visitam a ler o Jeca Tatu. Este livro alerta o Brasil para fazer uma reviravolta e mudar para melhor, “MUITO MELHOR”….
Aqui também ele deu o ponta pé inicial para sua obra infantil, quando escreve para Godofredo Rangel e diz que esta pensando em escrever para crianças. Quer escrever livros tão bons “que as crianças possam morar dentro deles”.
Além de passar férias no tempo de estudante recebeu a fazenda de 3.000 alqueires em 1911 e mudou-se para cá, com a esposa e dois filhos. Aqui nasceram mais dois filhos.
Morou por sete anos.
Quando vendeu o sítio, comprou a Editora Monteiro Lobato, a primeira do país.
Além da história temos um quintal bem diversificado com galinha, garnisé, pato, ganso, marreco, peru, vaca, cavalo, porco, cachorro, gato e muitos filhotes e muitos passarinhos…
Temos lago para pesca, cachoeira para banho, campo de futebol, piscina natural, etc.
Para brilhar os olhos temos um atelier de artesanato e uma pequena loja de doces e biscoitos artesanais e orgânicos.
Principalmente você vai ser bem recebido, pois a partir da visita vai fazer parte do nosso grupo.
Fim de Jeca Tatu:
“Não queremos mais ser enganados…”

 

Google+